Sharpening (Aumentar a Nitidez)

Já te aconteceu veres fotos em galerias na internet e perguntares-te: "Porque é que as minhas fotos não ficam assim tão nítidas? Talvez se tivesse uma câmara e uma lente melhor..."

É indiscutível que há lentes mais nítidas que outras mas, quando falamos em imagens de tamanho reduzido como as que vemos na internet, há outro factor que tem uma importância enorme: O sharpening ou, em português, aumentar a nitidez.


O que é o sharpening?



As imagens que vemos num ecrã de um computador são representadas por um conjunto de quadrados chamados píxeis. Cada píxel tem apenas uma única cor que o preenche completamente.

Imagina a seguinte situação:
Uma câmara de 12 Megapíxeis cria fotos com 12 000 000 píxeis. Se redimensionarmos uma foto para um tamanho menor, com 750p de comprimento e 500p de altura (dimensões padrão de algumas galerias on-line), vamos criar uma imagem com 750*500 = 375 000 píxeis. Isto significa que vamos deitar fora 97% dos píxeis e, com eles, grande parte dos detalhes da imagem!

Como é natural, ao perder tantos píxeis a imagem vai perder definição e nitidez. É aqui que entra o sharpening! Quando aplicamos este processo, vamos fazer com que as imagens pareçam mais nítidas e, até, mais focadas.

A imagem abaixo foi reduzida a partir de um original com 12 Megapíxeis. Passa o rato por cima para veres a versão com sharpening aplicado. Notas a diferença?




Como aplicar o sharpening?



Este processo pode ser aplicado de várias formas e está disponível em, praticamente, todas as ferramentas de edição de imagem.

No Photoshop, podemos fazer, por exemplo, da seguinte forma:
  • Redimensionar a imagem em "Image" -> "Image Size".
  • Escolher o tamanho pretendido, garantindo que temos a opção "Constrain Proportions" seleccionada, de forma a manter as proporções originais.
  • No menu, seleccionar "Filter" -> "Sharpen" -> "Unsharp Mask".
  • Como ponto de partida escolher 0.5 píxeis no Radius, 0 no Threshold, modificar o Amount até a imagem ficar no ponto pretendido e clicar OK.


Como com qualquer outra técnica de processamento de imagem, é preciso ter muito cuidado para não exagerar. Como podes ver na imagem abaixo, é muito fácil fazer com que uma fotografia deixe de parecer natural quando se aplica sharpening em excesso!




Conclusão

Actuamente, grande parte dos amantes de fotografia têm as suas fotos expostas em alguma galeria on-line.
Alguns destes serviços aplicam os seus próprios algoritmos de sharpening às imagens que enviamos. É por esta razão que as fotos do flickr tendem a parecer mais nítidas que as de outros sites que se limitam a redimensionar as imagens, quando o seu tamanho ultrapassa o recomendado. Pessoalmente, prefiro a segunda opção porque me dá mais controlo sobre o aspecto final da fotografia.

Se queres garantir que as tuas imagens têm a melhor qualidade possível nos sites que não fazem sharpening automático, o melhor é fazeres tu o redimensionamento, aumentar a nitidez e enviar a imagem já com o tamanho recomendado pelo site. Garanto-te que vais notar a diferença!


Como sempre, se tens algum truque que queiras partilhar, podes fazê-lo nos comentários!



© Mário Pereira - 2012
Proibida a cópia integral ou parcial dos textos


13 comments:

Sérgio Pontes disse...

Belíssima dica, abraço

Mário Pereira disse...

Obrigado, Sérgio!
Um abraço

Xie Guang disse...

Por acaso já sabia, mas deve haver quem não saiba. Boa partilha! Diga, então, lá ao pessoal do kite surf para continuarem a curtir o vento e as ondas, que um dia destes eu apareço por lá novamente. Eles são os meus testes experimentais, ainda não os apanhei a jeito para clicar...infelizmente!

Adriano disse...

sei uma forma melhor... Photoshop: duplica a camada da imagem, coloca essa camada em modo "overlay" e depois aplica um filter>other>high pass, tendo em atenção que nesta fase se deve dar nitidez a partir daquilo que está na previsão, em que a imagem aparece cinzenta. nessa altura deve-se ter atenção ao contorno que começa a ficar branco, para não se criar uma linha branca nas linhas de contraste! boa sorte :D

Mário Pereira disse...

Adriano, não entendi porque dizes que é melhor. A ideia que tenho é que o "Unsharp mask" faz a mesma coisa automaticamente (sem adicionar uma camada nova) e com um algoritmo mais específico.

Um abraço e obrigado por partilhares essa dica! Não há nada como conhecer todas as técnicas disponíveis e aplicar a que acharmos que produz melhores resultados nas nossas fotos.

ElmaCarneiro-imagens disse...

Obrigada pela partilha. Gostei muito do seu espaço para fotografias e serei sua seguidora. Quero aprender muito com suas dicas.
Bjs

masquediabo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
masquediabo disse...

Antes de mais, parabéns pelo blog!
É verdade que quando carrego as fotos para o Facebook, por exemplo, o resultado é bastante decepcionante. Ficam bem piores, cheias de ruído.
Já tentei a técnica usada acima descrita, mas a verdade é não noto grande diferença. Talvez não esteja a fazer correctamente.

Mário Pereira disse...

masquediabo, o problema do facebook em particular é outro. Ele comprime demasiado as fotos e perdem muita qualidade. Há muita gente a queixar-se do mesmo... Obrigado e volta sempre!

Elma, obrigado!! :)

Wilder Patric disse...

Muito interessante o post. Aliás, tudo o que diz respeito à fotografia, eu acho interessante rs... Cada dia que passa vejo que minhas fotos não são nada comparadas às profissionais... quem sabe um dia eu consiga uma câmera boa. Grande Abraço! Parabéns pelo blog. Visite o meu site: http://www.fotografoaos26.com.br/ e deixe sua opinião sobre minhas fotos, mas manera tá Lol...

Catarina Laranjeiro disse...

Muito bom o blog! De certo que irei seguir.

Alvaro Martins disse...

Excelente Mário, acabei de ver o teu comentario e vim aqui parar. Para mim um 100% novato foi uma dica excelente ;)

Obrigado e vai passando na minha galeria...

abraço

Kamane disse...

Fantástico!

Enviar um comentário