Sensibilidade ISO

O ISO é, nas câmaras digitais, o equivalente ao ASA nos rolos das câmaras analógicas. É uma medida que expressa a sensibilidade que o sensor tem à luz.
Ao contrário das câmaras analógicas, nas digitais não é preciso mudar o filme para ter sensibilidades diferentes - basta mudar o ISO nas configurações.
Como podes ver em baixo a sequência de valores do ISO é bastante mais simples que a da abertura ou da velocidade do obturador.
  • ISO 50
  • ISO 100
  • ISO 200
  • ISO 400
  • ISO 800
  • ISO 1600
  • etc...
Quanto maior o valor, maior a sensibilidade e o seu resultado prático também é bastante simples: Sempre que o valor duplica, a quantidade de luz captada pelo sensor também duplica (a foto fica mais clara).


Em que situações devo alterar o ISO?


Imagina que queres tirar uma fotografia numa situação com pouca luz. Sem a possibilidade de alterar o ISO apenas terias 3 soluções (cada uma com as suas desvantagens) para permitir a entrada de mais luz:
  • Aumentar a abertura da lente (diminui a profundidade de campo e só pode ser aberta até ao valor máximo permitido pela lente)
  • Diminuir a velocidade do obturador (com baixas velocidades os objectos ficam "tremidos")
  • Usar um flash (a imagem fica menos natural e em alguns locais não é permitido)
Se não pudermos usar nenhuma das soluções acima, a solução é aumentar o ISO, permitindo ao sensor gravar mais luz no mesmo espaço de tempo.
Em termos práticos, para duplicar a quantidade de luz captada numa foto sem alterar a combinação velocidade/abertura, basta duplicar o valor do ISO.


Então porque não usar sempre o ISO alto?


Como em quase tudo na vida, também o ISO alto tem um lado negativo - o ruído.
Ao aumentarmos a sensibilidade do sensor à luz, também estamos a amplificar o ruído eléctrico.
A foto seguinte foi tirada com um ISO muito alto e nota-se perfeitamente a presença de ruído.



Conclusão


Para conseguires a melhor qualidade nas imagens deves usar sempre o ISO mínimo possível. Devido ao ruído, o ISO alto apenas deve ser usado em situações nas quais não tens outra forma de compensar a falta de luz.

Podes usar o espaço de comentários para dúvidas ou sugestões!

© Mário Pereira - 2012
Proibida a cópia integral ou parcial dos textos


6 comments:

Anónimo disse...

Mas podes usar ISO muito alto para tambem fazer imagens artisticas com efeito de ruido

Mário Pereira disse...

É verdade. Mas aí vais estar a degradar a definição da fotografia à partida.
Acho que para esse efeito é melhor tirar a foto com ISO baixo e criar o ruído depois em pós-processamento. Assim continuas a ter o original com boa definição para se um dia quiseres fazer uma versão sem o ruído.
Obrigado pelo comentário!

Rafael Free Thought disse...

Qual o valor ISO que "se deve" utilizar para tirar fotos com boa qualidade?

Mário Pereira disse...

Rafael, a "melhor qualidade" consegue-se com o ISO mais baixo da câmara.
Sempre que aumentas o ISO estás a aumentar o ruído mas, por vezes, é a única forma de conseguir tirar uma foto com pouca luz.

Claro que depende bastante da câmara. Com o mesmo ISO, numa câmara com um sensor maior vais ter menos ruído que numa com sensor menor.
Experimenta os vários valores de ISO para veres como é que o ruído afecta as imagens da tua câmara.

Carlos Amadis disse...

Meus caros,

Porquê tanto mito à volta do ISO? O noise só é preocupante quando a cena é mal iluminada e o sensor é crop. Em Full Frame o resultadobé muito melhor mas lá está, em cenas mal iluminas, o noise aparece. O noise/ruído surge nas sombras e nas partes mais escuras. Os amantes da fotografia selvagem preferem corpos fom factor Crop para terem mais zoom, e fazem fotos de capa de revista com o céu a ISO 1600. Se a cena for bem iluminada, o ISO pode provocar juntamente com uma velocidade de obturaçã mais elevada, resultados extraordinários.Sem medo malta.Puxem por esse ISO :)

Cumps

Mário Pereira disse...

Caro Carlos, não é uma questão de mito. O ISO deve ser mantido no mínimo necessário.
Se posso tirar uma foto com ISO 100 para que vou usar ISO 1600?
É verdade que com as câmaras mais actuais o nível de ruído diminuiu bastante mas, mesmo assim, convém compreender as consequências de aumentar o ISO e usar apenas o mínimo necessário em cada situação.

Enviar um comentário