Profundidade de Campo

A profundidade de campo é a distância à frente e atrás do ponto de focagem na qual os objectos ficam focados. Todos já vimos retratos nos quais a cara da pessoa está bastante nítida e o fundo está completamente desfocado. Nestes casos está a ser usada uma pequena profundidade de campo onde apenas alguns centímetros atrás e à frente da cara (plano de focagem) estão focados. A pequena profundidade de campo serve para realçar um determinado motivo, parecendo até mais nítido devido ao contraste criado com as partes menos nítidas da imagem.
É claro que este conceito resulta muito bem em retratos mas também pode ser usado em outras situações, basta usar a imaginação.



Antes de explicar como conseguir controlar a profundidade de campo gostava de alertar para o facto de a capacidade de desfocar alguns elementos da imagem depender muito do tipo de máquina fotográfica e da lente.
Primeiro, nem todas as máquinas têm um modo manual onde o utilizador pode definir as configurações a usar para uma determinada fotografia. Além disso, nas câmaras compactas, por terem sensores pequenos, não é possível obter profundidades de campo tão pequenas como nas câmaras com sensores maiores como as dSLR (digital single lens reflex).

Como já referi no post anterior, a profundidade de campo está relacionada com a abertura. A forma mais simples de a controlar na câmara é escolher o modo denominado "Prioridade à Abertura". Esta opção vai permitir-nos escolher o valor da abertura e, com base no valor inserido, a câmara calcula automaticamente a velocidade de forma a obter a exposição correcta. Nas Canon este modo chama-se Av e nas Nikon A. Para outras marcas encontrarás facilmente esta opção no manual de instruções.

No exemplo em baixo, usei aberturas diferentes à mesma distância para comparar os resultados. Para a primeira foto escolhi o modo de "Prioridade à Abertura" e optei pela abertura máxima possível nesta lente (f/5.6). Na segunda foto especifiquei uma abertura mais pequena (f/13).
Como podes ver, com uma abertura maior conseguimos um fundo muito mais desfocado, ou seja, uma profundidade de campo menor.

Abertura maior (f/5.6) Abertura menor f/13


Mas não é apenas com a abertura escolhida que controlamos a profundidade de campo. A distância a que estamos do objecto a focar e a distância deste ao fundo vão também determinar a profundidade de campo que iremos conseguir, ou seja, até que ponto o fundo da imagem ficará desfocado.
Como podes ver no exemplo abaixo, utilizando a mesma abertura, na imagem em que o objecto está mais próximo conseguimos um fundo mais desfocado (menor profundidade de campo). Por outro lado, na imagem em que temos o objecto principal mais afastado, o fundo está bastante mais focado.

Mais perto (f/5.6) Mais longe (f/5.6)

É importante referir que, se não me tivesse afastado fisicamente do objecto mas tivesse usado uma distância focal menor (menos zoom), o efeito na profundidade de campo teria sido exactamente o mesmo.


Agora não há nada como pôr os conceitos em prática para os compreender a 100%. Consulta o manual da máquina para saberes como escolher o modo de "Prioridade à Abertura" e experimenta com diferentes aberturas e distâncias.

Podes usar o espaço de comentários para dúvidas e sugestões!

© Mário Pereira - 2012
Proibida a cópia integral ou parcial dos textos


24 comments:

Anónimo disse...

bom tutorial!! vou tentar saber como fazer na minha maquina.

Acurcio disse...

Boa ideia.
Utilizar o blog para ajudar os outros.

Anónimo disse...

Muito bom! Tinha esta dúvida da profundidade de campo (ainda não sabia como se aplicava) e agora já sei e já pus em prática :)
Obrigada!

Duarte Cruz disse...

Boas Mário. Parabéns pela iniciativa de ajudar os outros, espero que sigas com isto para a frente, vou acompanhar este blog :) (... este blog faz anos no mesmo dia que eu lol) Um abraço!

FMSF disse...

Este blog é realmente uma GRANDE ajuda para quem está neste bonito mundo que é a fotografia.

Obeigado ^^

Como sou novo nesta área ainda tenho muito mesmo para aprender e este blog da me uma grande ajuda!

:D

FMSF disse...

Obrigado, peço desculpa enganeime --' :b

Mário Pereira disse...

Obrigado a todos pelos comentários, é muito bom receber estas palavras de incentivo!

Anónimo disse...

se vires alguem a pescar nao lhe dês um peixe ,mas ensina-o a pescar,,,,

sergio ventura disse...

obrigado pelas dicas

Anónimo disse...

Obrigado por estas maravilhosas dicas!!!

RRibeiro disse...

Muito esplicito e boas dicas obrigado!!

Nilcelio Rodrigues disse...

Se alguém tive se me explicado isso antes acho que eu não teria tantas duvidas, muito bom tutorial, parabéns!

Kamane disse...

FABULOSO!
Ora aí está o importante da arte no saber explicar.
Em poucas frases de designa tudo o que há para ser compreendido sobre a profundidade de campo.
Tiro-lhe o chapéu.
Você é um grande inimigo de qualquer escola de fotografia.
Kamane

Mário Pereira disse...

Obrigado a todos pelos comentários!
Kamane, inimigo não diria. Prefiro a palavra complemento :)

Andreia disse...

Parabéns pelo blog, pela iniciativa. É muito bom saber que existem pessoas assim, que compartilham conhecimentos, já está nos meus favoritos. Pelas suas palavras consegui compreender as diferenças de aberturas, e os vários modos da minha máquina, obrigada mesmo.

Mário Pereira disse...

Muito obrigado pelas palavras, Andreia.
Boas fotos!

Julio Neves disse...

Mário,

Excelente post e de grande utilidade. Parabéns !

Abraço

Julio

Mário Pereira disse...

Obrigado pelo comentário, Julio.
Abraço

Carlos Mafumachino disse...

Muito boa a sua explicação, eu sou novato na área e sempre quis saber como desfocar. Como só tenho a lente 18-55mm, o desfoque só sai quando estou muito próximo e só dá pra fazer o rosto apenas. Mas adorei o seu post!

Mário Pereira disse...

Obrigado Carlos.
Uma 50mm f/1.8 é uma boa aposta para umas "brincadeiras" com a profundidade de campo. Dá para fazer bons retratos.
Abraço

drusnya disse...

Boa noite, excelente blog. Obrigado pela partilha de conhecimento.
Enquanto não sei regular manualmente a minha Sony HX300, peço a sua opinião. Para fotografar movimento de forma nítida, neste caso, futebol... o que acha melhor? Modo Automático, ou Desporto, disponível no modo SCN ? E desculpe o abuso mas já agora, para este tipo de fotografia, o tripé é mesmo uma grande ajuda? Muito obrigado mais uma vez!

Unknown disse...

Adorei as dicas!!! São muito úteis. Estou me interessando pelo modo manual da minha câmera e esse Post me ajudou muito.

katiane disse...

Muito bom o artigo !!!

areiabranca disse...

Excelente a informação deste seu blog. Ajuda imenso a tirar dúvidas.
Muito obrigado pelo seu trabalho e partilha de informação.

Enviar um comentário